domingo, 28 de novembro de 2010

O DÉCIMO-TERCEIRO APÓSTOLO I I

Maria Madalena, por sinal, foi a PRIMEIRA pessoa a testemunhar a Ressureição de Cristo. E é, por outro lado, realmente muito estranho que Pilatos tenha entregue o corpo de Jesus, supostamente morto na cruz, a José de Arimatéia.

A Bíblia nos diz que Madalena, nesse episódio, tentou tocá-lo, ocasião em que o Mestre teria respondido: - "Não me toques!" - talvez devido a uma alta radiação ou à gravidade dos seus ferimentos.
Jesus tinha o título de RABI, ou RABINO. Segundo as Leis Judaicas, um Rabino tem que ser obrigatoriamente CASADO. É exatamente o que esses antigos Preceitos dizem: - "Um homem não casado não pode ser um Professor das Leis"!
Nos Evangelhos, por sinal, existe a citação de um episódio, as chamadas "Bodas de Canaã", que bem poderia ter sido o próprio casamento de Jesus
com Maria Madalena.Os textos são bem claros quando Jesus assumiu
a si a responsabilidade de servir aos convidados, uma responsabilidade
que, segundo os costumes da época, era unicamente reservada AO
ANFITRIÃO, ou seja, AO PRÓPRIO NOIVO.
Acima, você vê um raro e muito antigo exemplar da Bíblia Canônica, dita "Vulgata". Os Dez Mandamentos.... ERAM 15

01 - Não tereis nenhum deus estrangeiro
02 - Não fareis nenhuma imagem
03 - NÃO ADORAREIS IMAGENS
04 - Não pronunciareis em vão o nome do Senhor
05 - Santificareis o dia do Shabat
06 - Honrareis vosso pai e vossa mãe
07 - Não matareis
08 - Não fornicareis
09 - Não furtareis
10 - Não testemunhareis o falso
11 - Não desejareis a casa do vosso próximo,
        nem sua mulher e nem os bens dele
12 - Não fareis deuses de prata e nem de ouro
13 - Levantareis para mim um altar na Terra
14 - Se fizerdes um altar de pedra, não o construireis com pedras talhadas,
        pois se tornará impuro se usardes o buril
15 - Não subireis até meu altar por degraus 
Leonardo da Vinci, um Grão-mestre do Priorato do Sião, teria nos deixado uma outra sutil mensagem: na sua obra conhecida como "A Virgem nas Rochas", aparece na cena MARIA MADALENA tendo ao seu lado a filha SARA, brincando com as  crianças!

A Ordem do Priorato do Sião, também conhecida como "O Monastério do Sião", em 1118 adotou o subtítulo de "Rosacruz Veritas", a qual na qualidade de suprema guardiã desses imensos segredos, deu origem à Sagrada Ordem dos Templários, os Cavaleiros de Cristo. Segundo dizem os velhos registros, eles teriam tomado a si a guarda do SANTO GRAAL e a proteção dos descendentes e da Linhagem de Cristo, as quais naturalmente correriam sério perigo através dos tempos se acaso fossem conhecidos ou revelados.

Logo, os Cavaleiros Templários se tornaram uma forte e poderosa organização, pelo fato de guardarem consigo um muito perigoso e extremamente proibido segredo que a Igreja Católica conhecia e abafava, passaram a sofrer fortes perseguições militares que visavam à sua extinção e que duraram dos anos 1307 a 1314.

Essa é a imponente torre de Magdala
onde fenômenos muito estranhos ainda hoje se manifestam
E foi preisamente lá que um estranho fenômeno luminoso, talvez propositadamente gerado pelos reflexos dos vitrais [e que se repete até os dias de hoje na Igreja de Magdala, podendo até mesmo ser fotografado e chamado de Blue Apples - foto].

Durante a remoção do altar-mor, uma pedra que encimava duas colunas visigóticas. Uma dessas colunas era oca. Dentro dela, dois pergaminhos datados de 1244 e 1644! Eram relativos ao Novo Testamento e continham inúmeras palavras e textos muito bem codificados e cifrados. Documentos esses que diziam respeito à vida de Jesus, Maria Madalena e a sua descendência, também confirmarem amplamente que Jesus Cristo não morreu na cruz!

Pelo contrário, através de um édito do Imperador Tibério, chegado às pressas diretamente de Roma, sua vida fora poupada e ele descido da cruz em deplorável estado físico, porém ainda VIVO. Sua família, como já vimos por medida de segurança, partiu para outras terras e Ele - juntamente com sua mãe Maria, e uns poucos fiéis apóstolos - prosseguiu sua peregrinação através do mundo, vindo a morrer já bastante idoso na Índia, precisamente em Kashemir, no ano 74 - onde hoje, por sinal, está situada a sua tumba! Aliás, nos documentos Templários encontrados em Rennes-Les-Chateaux, era estabelecido de maneira muito clara e direta, sem contudo especificar onde, que Jesus estava VIVO e em outras terras no ano 45!

Quem retirou Jesus do cruel suplício da Cruz e tratou dos seus severos ferimentos foram os membros da Sociedade Essênia - uma Ordem austera, incorruptível, de fundamentos iniciáticos e de origem EGÍPCIA, da qual, aliás, inclusive o próprio Jesus fez parte como Elevado Mestre!

Nas altas cavernas das montanhas de Qumram, situadas às margens do mar Morto, um pequeno pastor descobriu importantes documentos dessa Fraternidade Essênia, contendo outros exemplares de verdadeiros Evangelhos, conhecidos como "Os Manuscritos do Mar Morto", os quais não só confirmavam tudo isso, como também revelavam outras passagens desconhecidas da vida e da obra Daquele que foi o seu membro Maior e mais importante: Jesus, O Nazareno!

E foi também, por sua vez no Egito, que um camponês encontrou em 1945 nas proximidades da cidade de Nag Hammadi, um jarro de cerâmica vermelha profundamente enterrado. No seu interior, antigos manuscritos dos quais ele, ignorando o seu imenso valor usou muitos deles para aquecer a sua casa. Essa coleção - que faz parte dos Evangelhos Gnósticos e conhecida como os "Manuscritos de Nag Hammadi" - foi posteriormente contrabandeada para fora do Egito e adquirida pela Fundação Carl G. Jung, sendo finalmente traduzida em 1961 por um grupo internacional de especialistas.....
..... Para surpresa de todos, ali estavam documentos muito mais velhos do que os constantes do Novo Testamento geralmente aceitos. E, o melhor de tudo, documentos que escaparam ilesos da violenta censura! Em um desses manuscritos, intitulado "O Segundo Tratado do Grande Seth", está explicitamente revelado que Jesus escapou da morte na cruz 

Além disso, em uma passagem de um outro texto, Pedro dirige-se a Maria Madalena com as seguintes palavras: - "Irmã, nós sabemos que o Salvador te amou mais do que as outras mulheres". E nesses documentos estava também contido o Evangelho de Felipe, no qual uma passagem muito interessante e reveladora diz textualmente (grifos nossos): - "O Senhor fez tudo misteriosamente, um batismo e uma crisma e uma Eucaristia e UMA REDENÇÃO EM UMA CÂMARA NUPCIAL"! E mais: - "Existem três que sempre caminharam com o Senhor: "Maria sua mãe, e sua irmã, e MADALENA, CHAMADA SUA COMPANHEIRA"..... E a companheira do Salvador é Maria Madalena. Mas Cristo a amava mais que a todos os seus discípulos e A BEIJAVA NA BOCA FREQÜENTEMENTE. O restante dos discípulos ficavam ofendidos com isso e expressavam sua desaprovação...... Grande é o mistério do CASAMENTO! Pois sem ele o mundo não teria existido.... Existe o Filho do Homem e E O FILHO DO FILHO DO HOMEM. O Senhor é o Filho do Homem, e o FILHO DO FILHO DO HOMEM é aquele CRIADO ATRAVÉS DO FILHO DO HOMEM".
Papa João XXIII, um Cavaleiro Templário R+C no seio da própria Igreja Católica! Ele pode ser considerado como o reorientador da Igreja, através do Concílio do Vaticano II.  Em 1960 produziu uma Carta Apostólica muito sutil e especial, na qual enfatizava o sofrimento de Jesus como SER HUMANO, sustentando que a redenção da humanidade ocorreu com o derramamento do seu sangue, estabelecendo ainda que esse derramamento de sangue ASSUMIU UMA CONSEQÜÊNCIA MAIOR DO QUE A RESSURREIÇÃO E A CRUCIFICAÇÃO e que, portanto, A MORTE DE JESUS NA CRUZ NÃO É MAIS UM DOGMA NECESSÁRIO À FÉ CATÓLICA.

E a descendência de Jesus? Os velhos registros Templários afirmam que ela prosseguiu a partir da França com a chegada de Maria Madalena e da filha Sara. Segundo esses registros, a Dinastia Merovíngia foi a primeira a ter nas suas veias o Sangue de Jesus, tendo posteriormente passado ao ramo familiar SAINT-CLAIR e até mesmo a uma numerosa família composta por inúmeros ramos colaterais, todos espalhados pelo mundo e que até mesmo desconheceriam essa preciosa identidade!
Desde aqueles recuados tempos - sempre sob a proteção dos Cavaleiros Templários - essa descendência predestinada SE MANTÉM ATÉ OS DIAS DE HOJE, porém secretamente. Muito secretamente assim como até hoje o são os VERDADEIROS TEMPLÁRIOS, os eternos Cavaleiros de Cristo que já não mais usam as suas pesadas armaduras físicas, mas as poderosas e invencíveis armaduras da ALMA - aqueles que nunca se revelam, não vendem seus ensinamentos e jamais fazem quaisquer propagandas ou ostentações - e os quais ninguém jamais poderá encontrar, por mais que tente e por mais que possa vir a procurar!
Chegamos verdadeiramente a um tempo em que nada mais pode permanecer oculto. Nessa imagem da Discovery Channel, vemos o notável e altamente abalizado professor Tony Burroughs, genealogista e especialista em línguas extintas que percorreu nada menos que três continentes examinando antiqüíssimos documentos que permaneciam ocultos ou desprezados, levantando dados importantes sobre a real família e a real história de Jesus. Suas pesquisas concluíram que: Maria, a Mãe de Jesus, JÁ FORA CASADA ANTERIORMENTE tendo, dessa anterior união, dois filhos, cujos nomes eram Thiago e José. Jesus.  E da união de José com Maria nasceram dois outros filhos, cujos nomes eram Simão e JUDAS. Portanto, Jesus teve quatro meio-irmãos.

Simão, Judas e Thiago, SEUS MEIO-IRMÃOS, aliás, foram apóstolos de Jesus. Portanto JUDAS, seu irmão, não poderia JAMAIS Tê-lo traído assim como tradicionalmente nos ensinam!
Maria Madalena, a esquecida pela História e pela fé, foi citada no Evangelho de Lucas como "A mulher da qual vieram Sete Véus", o que em outras palavras significa mistério, segredo velado - ou então OS SETE VÉUS DE ÍSIS, significando que ela era [assim como O próprio Cristo o foi], uma ALTA INICIADA! Segundo as Tradições ela levou o Cálice Sagrado - O Sangue Real - para o Sul da França, o maior de todos os segredos que a Igreja proibiu! O Cálice que é estritamente ligado àquela que foi a mais sublime alma que tocou este planeta - Jesus, O Nazareno. Enfim, o SANTO GRAAL, O Cálice Sagrado que levava o Sangue de Jesus, uma metáfora sublime que esconde um enorme e terrível segredo: o Recipiente simbólico que levou consigo o Sangue Imaculado de Jesus, o Graal, tão buscado pelos aventureiros através dos tempos, não se tratava de um mero objeto mas, sim, de algo muito mais elevado - muito maior e muito mais sublime, que realmente preservou e deu continuidade ao Sangue Daquele que foi o Maior de Todos os Mestres: O ÚTERO DE MARIA MADALENA!!!!

Um comentário:

  1. Muito bom seu blog, pontual e coeso.
    A busca do conhecimento é eterna, e passa inexoravelmente pela pesquisa e uma mente aberta.

    Parabéns
    Flávio Kotrin

    ResponderExcluir